CIBERESFERA
Weblog written in portuguese and sometimes in english.
| about social networks, social media, web 2.0 and cyberjournalism
| sobre redes sociais, media sociais, web 2.0 e ciberjornalismo
| blogger: Ines Amaral

As hashtags do debate nas rádios

O debate entre Pedro Passos Coelho e António Costa nas rádios (TSF, Antena 1 e Renascença) está a ser nas redes sociais em diferentes streamings, com os influenciadores e as máquinas partidárias a criarem hashtags diversas.

Vale a pena seguir algumas das hashtags no Twitter:

#debate2015

#Legislativas2015

#Eleições2015

#costabem

#costamal

#passosmal

#portugalàfrente

#pedropassoscoelho

#costa2015

António Costa começou por perder o debate, com #costamal a entrar quase de imediato nos trending topics em Portugal. Os influenciadores estão com um papel importante nas hashtags “mal” e “bem”, mas o Partido Socialista está a indexar melhor os conteúdos (#debate2015#costa2015#costabem). A máquina partidária da coligação Portugal à Frente está a dispersar os conteúdos com várias hashtags (#debate2015#Legislativas2015#Eleições2015#portugalàfrente#pedropassoscoelho e outras, criadas pelas contas que derivam do partido – distritais, juventudes partidárias, etc).

Desde o início do debate, a hashtag #debate2015 surgiu logo nos trending topics em Portugal.

No Facebook as hashtags são recorrentes e idênticas ao Twitter, já que os influenciadores e as máquinas partidárias estão a utilizar em simultâneo as duas plataformas. Ainda que no Twitter se verifique uma maior utilização das hashtags por utilizadores comuns do que no Facebook. As dispersão das várias páginas dos partidos está também a criar diferentes streamings de comentários e partilhas.

As Rádios

  • Facebook

A TSF optou por colocar no topo da página o link que remete para o directo no site. Não utiliza hashtags mas lança, em dia estratégico, uma app. A interacção no post central não parece ser diferente do habitual.

A Antena 1 disponibilizou o último post 30 minutos antes do debate, com links para as várias fontes onde a RDP e a RTP Play estão a transmitir o debate. A interacção neste post também não parece ser diferente do habitual. A Antena 1 tem uma clara vantagem sobre as restantes rádios, já que está a transmitir o debate em registo audiovisual na RTP Play.

A Rádio Renascença publicou o primeiro post já 30 minutos depois do início do debate, com um link para o directo. Mas utiliza as hashtags #legislativas e #legislativas2015. A interacção é mais reduzida no que nas outras rádios. A 30 minutos, voltou a publicar o mesmo post, também hashtags. A interacção com este conteúdo foi quase nula.

  • Twitter

A TSF publicou apenas um link para a página onde é possível ouvir o debate em directo.

A Antena 1 (conta sem utilização desde 8 de Janeiro) mudou a estratégia no Twitter e deixou de ter página própria. E foi na conta RTP que publicou vários posts a remeter para o link da RTP Play.

A Rádio Renascença fez vários posts (actualizando a página, que estava sem posts desde 14 de Setembro) com links e utilizou hashtags ( e ).


No Comments so far
Leave a comment

TrackBack URI

Leave a comment

(required)

(required)




 template credits: scribblescratch.com